Palavras, palavrinhas e palavrões de uma pequena minoria dentro de uma elite ainda mais pequena... Se quiser partir alguma coisa envie por correio para: partemtudo@netcabo.pt

segunda-feira, dezembro 06, 2004

O desvendar de mais um mistério da humanidade

Deixem-me partilhar um texto que vi há dias.

"Não sei se sabem, mas quando o LSD começou a ser comercializado (ilegalmente claro; convém especificar que dito assim até parece uma cena legal) descobriu-se, nas florestas tropicais, que certas espécies de sapos, para não serem devorados pelos predadores, nas suas costas vinham equipados de série com uma substância venenosa. Acontece que esse veneno, nos humanos, tinha um efeito semelhante ao do LSD: era alucinogénio. Pois bem, os nossos amigos americanos, como é seu apanágio adquirirem hábitos estranhos em função de novas descobertas (veja-se o hamburguer), começaram a importar contentores de sapos venenosos para os lamberem no conforto do lar e terem altas tripes.

Assim sendo, isto levou-me a repensar todo o universo da literatura tradicional. Lembram-se do conto de fantasia da princesa e do sapo? Ela encontra o sapo ele diz que está encantado, ela enojada dá-lhe um beijo e "puff" é um belo príncipe. (Depois ele dá-lhe uma queca ali mesmo, ela engravida e é por isso que casam que o gajo andava fisgado numa sapa que conhecera dias antes).Pois é, fantasia? Não é não senhor. O que a estúpida da princesa fez foi LAMBER O SAPO, que era um dos tais venenosos. E a tripe foi tão grande que ela "viu" o sapo transformar-se em príncipe. Ahhhh pois é!

Mais um mistério da humanidade desvendado."

E andam a contar estas histórias às crianças quando a verdade é bem mais trágica do que parece....

Sem comentários: